• Seguro com preço igual para homens e mulheres

    Seguro com preço igual para homens e mulheres

    Uma nova directiva foi aprovada a nível europeu, o que vai fazer com que não haja distição de sexo no preço a pagar pelo seguro automóvel. As companhias de seguros europeias vão passar a cobrar os mesmo preços a mulheres e homens para produtos idênticos, o que deverá ter como consequência um equilíbrio dos valores cobrados. A alteração resulta da entrada em vigor, de novas regras que acabam com as «discriminações» entre homens e mulheres em matéria de preços dos seguros, segundo o executivo comunitário. Com esta alteração, “os preços dos seguros podem subir ou diminuir para certas categorias de clientes, embora seja de esperar que, com o tempo, se estabeleça um equilíbrio”. Esta mudança acontece depois de o Tribunal de Justiça da União Europeia ter decidido que a aplicação de prémios de seguro diferentes, conforme se trate de homens ou de mulheres, utilizando apenas o critério do sexo, é […]

     
  • Reclamações nos seguros mais fáceis

    Reclamações nos seguros mais fáceis

    As companhias de seguros são um dos alvos mais frequentes nas queixas dos consumidores portugueses, que, a partir de hoje, têm a vida mais facilitada quando pretenderem apresentar reclamações. Estas têm de ser respondidas de forma mais célere pelas empresas e foi criada a figura de provedor do cliente, que irá responder a todas as solicitações dos consumidores de seguros em Portugal. Depois do Provedor do Crédito, passa também a existir um mediador para os seguros, que irá analisar as reclamações dos clientes que não tiveram resposta por parte das instituições. Publicada ontem em Diário da República, a nova regulamentação, que entra hoje em vigor, obriga ainda as empresas a maior transparência e rapidez na resposta às reclamações dos clientes. A poucos dias de ser nomeado o mediador do crédito, a nova lei do Instituto de Seguros de Portugal (ISP) dá vida ao Provedor do Cliente, que tem como função […]

     
  • Protecção conferida pela Legislação Comunitária

    Protecção conferida pela Legislação Comunitária

    Qualquer pessoa pode fazer um seguro automóvel com qualquer companhia seguradora autorizada a emitir apólices em qualquer Estado-Membro da União Europeia. Este direito aplica-se tanto às apólices de seguros obrigatórias de responsabilidade civil, como às apólices de seguros não obrigatórias que cubram riscos adicionais (como o roubo, o incêndio, etc.). Se essa pessoa quiser subscrever uma apólice de seguro obrigatória de responsabilidade civil com uma seguradora autorizada e estabelecida noutro Estado-Membro, essa seguradora tem o direito de lhe vender essa apólice apenas se satisfizer as condições seguintes: Se a autoridade de fiscalização de seguros do Estado-Membro onde o veículo está matriculado tiver sido informada pela autoridade de fiscalização do Estado-Membro onde a seguradora está sediada, de que essa seguradora tenciona subscrever riscos de seguro automóvel nesse Estado-Membro;

     
 

Recomendado

 
 

Comentários recentes

  • JC: Normalmente o barato sai caro!!! …
     
  • Joel Almeida: Garantia Seguros, demorou mas chegou! É uma mais valia no …
     
  • antonio raimundo marcos ventura: cimulacao de seguro jeep grande cherokee 5.2 …
     
  • tina costa: Bom dia Pais do Amaral, homem com QI elevado, sabe bem onde…
     
  • Nuno: Fazer um rebranding para uma empresa que actua exclusivament…