A seguradora LOGO tem em curso uma iniciativa solidária através da qual, por cada novo seguro contratualizado até 31 de maio, vai doar 1€ à Ajuda de Berço.

A Ajuda de Berço é uma IPSS que acolhe crianças, dos 0 aos 3 anos, que necessitam de proteção urgente face a situações de risco como, abandono, maus tratos, abusos sexuais ou pais toxicodependentes. A instituição, que também apoia mulheres grávidas sem condições, conta com uma equipa de técnicos que intervém na dinâmica familiar de forma a ajudar as famílias, quando possível, a encontrar soluções para receber as crianças novamente.

A ação, inserida no lançamento da campanha “Autoajuda” em que os portugueses são desafiados a poupar nos seus seguros, contempla ainda condições especiais para os novos contratos (Auto, Casa e Saúde), com um desconto até 30%.
“Queremos mobilizar os portugueses para ajudar nesta causa de grande importância para a nossa sociedade, sendo que estamos firmemente convictos de que conseguiremos angariar um apoio valioso para a Ajuda de Berço” afirma José Pedro Inácio, administrador da seguradora.

A iniciativa solidária surge após o lançamento do “Grupo de Autoajuda LOGO”, uma campanha que parte de várias histórias humorísticas em que o ator Manuel Marques encarna personagens como o “Sr. Domingos Aguiar, condutor de domingo”, o “Gonçalo Paiva Santos, GPS humano” ou a “Sofia Desconfia, condutora desconfiada”, para retratar diferentes episódios do quotidiano tipicamente associados às causas que colocam “travões” à mudança de seguro.
De acordo com estudos de mercado levados a cabo pela LOGO com o objetivo de caraterizar os comportamentos dos consumidores nacionais face aos seguros, foram identificadas três grandes barreiras à mudança: a inércia, associada a comodismo; a letargia, que é habitual instalar-se no consumidor até ser chamado a agir de forma diferente; e a desconfiança, que resulta, na maior parte das vezes, do simples desconhecimento da realidade.

“Queremos chamar a atenção para tudo o que os consumidores estão a desperdiçar por não ultrapassarem estas barreiras, seja a perda de conveniência, facilidade e claro, poupança. Por isso resolvemos descodificar os principais problemas, descomplicando e brincando com as situações” refere José Pedro Inácio. “O ‘Grupo de Autoajuda da LOGO’ vai estar ativo não só em TV, Rádio e Outdoors, mas também no site e redes sociais (com uma versão “extended”), e ainda no call center através de apontamentos no guião de atendimento. A campanha estende-se ainda ao offline através da ativação da marca nos centros comerciais em que a LOGO dispõe de pop-up stores” conclui o responsável.

 

Tags: