(Page 72)

  • O que é uma perda total?

    O que é uma perda total?

    Existe perda total do veículo quando, em vez da reparação do veículo, deva ser paga uma indemnização em dinheiro. O conceito de Perda Total vem definido no Decreto Lei nº 83/2006 (artigo 20º — I) A seguradora pode substituir a obrigação de reparar o veículo pela indemnização em dinheiro (indemnização por perda total) nos seguintes casos: O veículo desapareceu ou ficou totalmente destruído; A reparação não é possível ou aconselhável, por terem sido gravemente afectadas as condições de segurança do veículo; O custo da reparação, mais o valor do salvado, é superior ao valor do veículo imediatamente antes do acidente. O valor do salvado é o valor atribuído ao veículo após o acidente. O valor do veículo antes do acidente (chamado valor venal) é calculado com base nos guias de preços de veículos usados existentes no mercado, nomeadamente da Eurotax, ou nas tabelas de indemnização utilizada pela seguradora, se superior. […]

     
  • Prazos e procedimentos para regularização de Sinistros

    Prazos e procedimentos para regularização de Sinistros

    O Decreto-Lei 291/2007 estabelece os prazos e procedimentos para a regularização de sinistros automóveis. Este regime aplica-se a sinistros de responsabilidade civil ou de danos próprios em que esteja em causa a cobertura de Choque, Colisão e Capotamento, com regulamentação própria para danos materiais e para danos corporais. Estão excluídos da aplicação deste regime os sinistros cujos danos totais indemnizáveis ultrapassem o limite de responsabilidade civil obrigatório, existindo regulamentação especial para sinistros em que se formulem pedidos de lucro cessantes e/ou danos em mercadorias ou bens transpostados. Aos sinistros regularizáveis ao abrigo do presente Decreto-lei, a regularização rege-se pelos seguintes princípios e prazos que a N Seguros se compromete a cumprir: Participação de sinistro A aplicação destas regras depende da utilização da DAAA, assinada por um ou pelos dois intervenientes, com os dados essenciais totalmente preenchidos como forma de participação. Considera-se informação essencial para este efeito: Data do sinistro; Local […]

     
  • Prazo para participar sinistro

    Prazo para participar sinistro

    A Declaração Amigável deve ser entregue à seguradora no mais breve espaço de tempo possível, sem nunca ultrapassar oito dias sobre a ocorrência do sinistro ou do dia em que teve conhecimento do mesmo. Convenção IDS (Indemnização Directa ao Segurado): Esta convenção é um protocolo entre as seguradoras com o objectivo de: Acelerar a resolução de acidentes de automóvel só com danos materiais; Promover o contacto do lesado com a sua seguradora num ambiente de maior proximidade; Simplificar os circuitos de comunicações entre seguradoras, com impacto positivo na resolução do sinistro. O funcionamento da Convenção IDS tem como pressuposto o preenchimento de uma DAAA, por ambos os condutores, que obedeça aos seguintes requisitos: Preenchimento dos requesitos obrigatórios: Data do sinistro; Veículos intervenientes; Circunstâncias do evento (quesito 12) e/ou esquema do acidente (quesito 13); Assinatura de ambos os condutores. Cada interveniente fica com uma cópia que entrega na sua seguradora; As […]

     
 

Recomendado

 
 

Comentários recentes